Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Sou escritora desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante através de meus textos palavras edificantes e que causem impacto é uma fé imensa na vida e na humanidade. Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer. Faço parte da Leia/JF, Liga de escritores, autores e ilustradores de Juiz de Fora. Sou da Academia de Letras Joaquim Osório Duque Estrada no município de Paty do Alferes onde residi por trinta e cinco anos. A vida é um belo presente.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Desabafando

 Preciso de forças, fé e muito equilíbrio. Dias de grandes tempestades fazem hoje uma imensidade de sentimentos negativos se aproximarem de mim.
Mas , é necessário ter paz, e não abater-me. Sinto-me vazia em certos momentos, no entanto choro muito, sofro em silêncio, suplico ao SENHOR que se volte para nós e tenha misericórdia.
Não é fácil enfrentarmos os fantasmas das doenças e de outros problemas que de uma forma ou de outra acabam agravando o estado emocional. Diante da possibilidade (digo POSSIBILIDADE) PORQUE ainda confio em DEUS, de perdas ficamos completamente perdidos. Ninguém está preparado para perder nada, quer seja um ente querido, um amigo, um bem material que lutou e se sacrificou muito para adquirir. Sabedores de que nenhuma folha se desprende de uma árvore sem que DEUS permita, continuamos na corrente de vibrações positivas. O céu escureceu, a tempestade está ameaçando cair e trazer consigo enormes estragos... Todavia aquele que crê  encontra esperanças de que tudo não passe de alarme falso e o vento leve para muito longe o céu ameaçador e o sol volte a brilhar. E isso vai acontecer! Quando se vive para fazer o BEM, encorajar a todos que estiverem desolados e estender a mão aos que necessitam, obtém-se o melhor. Obrigada SENHOR por tudo que estou passando, são exatamente o que preciso para dar mais valor as pequenas coisas e ter mais amor em cada gesto , palavra e para com meus semelhantes!

Denise Vieira Doro

Um comentário:

Anônimo disse...

Maravilhoso seu texto Denise. Parabéns de uma pessoa que se encontra longe e ausente. Bjssss.

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog