Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Devaneios





 



Vivo a sonhar que estou a plantar
A semente do Amor que vai te conquistar
E ser agarrada pelos teus encantos
Fico horas assim, sentindo em mim

Sentindo o prazer de estar com você
Trocando carícias e me aquecer
Com teu cheiro e suor
E doando o melhor

Foi assim que me vi
No sonho impossível
Pois tive você
Muito tempo comigo

E o mundo mudou
O sol se deitou
A lua brilhou
E se consumou.


Denise Vieira Doro

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O despertar





Desejo ser despertada
Para o amor
A doação
A contemplação
 A ação
O carinho
O abraço
O beijo
O envolvimento
O agradecimento
A plenitude
O êxtase
A cumplicidade
A união
A bondade
O perdão.

Denise Vieira Doro

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Saudades muitas...










Sinto saudades do abraço
Dos carinhos , do amasso
Dos beijos sempre ardentes
E do  seu corpo tão quente.

Minha cama está vazia
Já não tenho um amor
Que  amava-me todo dia
Transmitindo muito ardor.

E espero , e espero...
Até quando nem eu sei
Somente que eu me esmero
Pra ser feliz  e viver.

Se não vivo tão completa
É porque falta alguém
Alguém que me faça bem
Que eu deseje também.

Denise Vieira Doro

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A primavera chegou







 
A primavera é a estação das flores, da alegria , do amor, enfim, muito reverenciada pelos poetas, escritores e músicos.
Que a primavera com sua beleza e dias encantadores seja presente em cada um de nós.
Temos a responsabilidade como seres humanos de transmitirmos uma palavra de apoio, um olhar tranquilo e  um sorriso cativante.
Só porque é Primavera?
Sim e sempre, façamos com que nossos corações estejam sempre em Primavera. Não vamos desanimar diante de qualquer obstáculo. Façamos a nossa parte com amor e determinação. Nada,  nem ninguém poderá nos deter diante daquilo que almejamos.
Façamos o Bem em suas maneiras mais diversas tais como : não julgando nossos semelhantes, perdoando a todos que se achem ofendidos e na verdade nós permitimos que suas ações nos atingissem e praticando a generosidade. Fazer o que pudermos para que nos sintamos melhores, a cada passo, a cada atitude de apoio a quem necessite. Vamos ser fraternos acima de quaisquer diferenças! O Universo espera de nós o melhor  e temos que esforçar-nos a cada oportunidade vivida para que fiquemos melhores.
Que possamos a cada amanhecer agradecer pelo que somos, pelo que fizemos e termos a certeza que ao anoitecer ficaremos felizes pelo dia que construímos.


Denise V. Doro

sábado, 3 de novembro de 2012

Amor e amizade











O amor e a amizade se fundem em nós  em inúmeras ocasiões. Somos tomados por um carinho tão grande por alguém , principalmente se recebemos da pessoa atenção  ternura e compreensão que acabamos por confundir os dois sentimentos. Nessa loucura de emoções acabamos ferindo-nos ou fazendo sofrer a outra criatura. Tudo porque não estamos preparados para lidar com essas situações.
A amizade para que dure uma vida, deverá ser pautada por respeito, carinho  e sinceridade e jamais pairar alguma desconfiança, onde existe a dúvida existirá a insegurança e consequentemente abalará o relacionamento.
O amor é o sentimento mais ousado, entre familiares e sincero mesmo que hajam divergências de opiniões e comportamento. Todavia, entre duas pessoas de sexo diferente ele atua de maneira incontrolável, e nem sempre se percebe sua dimensão, somente quando  perdemos. A amizade é mais forte, dificilmente terminará  mesmo quando uma pessoa é de opiniões diversas da outra.  Já o amor muito mais sensível poderá levar ao afastamento, quando acontecer desentendimentos por decepção e o fim poderá ser  repleto de mágoas. Quando existe maturidade suficiente ambos superam a interrupção dos planos feitos a dois. Sendo assim ficará  uma amizade saudável, sem cobranças ou ressentimentos. Que saibamos trabalhar os dois para que os tenhamos presentes em nossos dias.

Denise Vieira Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog