Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Meu Pedacinho de Chão.






Novela que vai deixar saudades... Uma historinha leve  e ao mesmo tempo muito séria quanto ao assunto amor. Reviveu em cada telespectador sua infância com as peraltices do moleque Serelepe, acrescentou em nossos corações aquela pitada de ternura, a vontade de ajudar ao próximo como Dona Catarina com a Pituquinha tanto desejarem ajudar ao menino Serelepe. Mostrou-nos, que o amor não tem barreiras, atravessa tudo até a condição social e cultural quando forte e verdadeiro com o Zelão e a Professorinha Juliana. Deitou abaixo preconceitos  com as aparências, tornando a menina que se vestia e trabalhava na fazenda do pai como se fosse um rapaz, desabrochando para o amor e tornando-se  feminina e delicada.
Deu-nos exemplos de que só a afabilidade e o Amor podem desarmar qualquer guerra e coração petrificado. Alertou-nos sobre a política e suas nuances de manipulação com o povo. Valorizou a fé, nas pessoas do Padre e da Dona Benzedeira que o povo confiava. Exemplificou de forma muito sutil os verdadeiros valores da família. O valor das palavras do bem, dos abraços, da educação, do auxílio e encantou-nos com a beleza de seus cenários tão coloridos assemelhando-se aos desenhos animados. Muitos benefícios essa novela sem grandes pretensões trouxe-nos e certamente eu teria muito mais à escrever. Algo no entanto é certo arrancou lágrimas dos olhos mais secos , abalou corações e vai deixar muitas saudades!!!!

Denise Vieira Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog