Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 3 de março de 2014

Fragmentos de esperança



Vivemos de esperança. Esperança de dias melhores... Esperança de um mundo mais humano... Esperança de felicidade, que na verdade são momentos. E nessas inúmeras esperanças que eu ficaria escrevendo linhas e linhas o que mais nos acalenta é a fé. Na maioria das vezes não conseguimos tudo que alimentávamos como um sonho , como uma esperança.
A existência humana é tão curta que  jamais valerá nos deixarmos abater porque não alcançamos o que tanto desejávamos.
A sabedoria consiste em nos adaptarmos ao que nos foi dado como oportunidade . Toda e qualquer experiência é válida, boa ou má, deixa-nos sempre uma incontável carga de conhecimento e serve-nos para os dias que virão.
Jamais saberemos o dia da nossa partida  e portanto vivamos um pouco mais sem cobranças de quaisquer espécies. Não cobremos de nós mesmos uma perfeição que não existe, uma atitude que não temos coragem de tomar. Simplesmente aproveitemos o tempo. Porque o tempo nos mostra que tudo soma, tudo nos faz mais sensatos, nos amadurece . levemos nossos dias sem excessos de preocupações. Cada situação terá seu  momento de ser resolvida. Vamos aceitar o que vier sem revoltas, todavia sempre agradecendo por vivenciarmos  e nos tornarmos mais conscientes dessa grande oportunidade que é Viver.

Denise Vieira Doro


Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog