Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Bodas de Esmeralda




Tão esperada , a comemoração dos quarenta anos de casamento. No entanto hoje, dezenove de dezembro se realizariam as Bodas, mas faltando apenas vinte dias, Deus  levou você, meu querido Paulo Roberto. Hoje estou sentindo um grande vazio, maior do que nos últimos dezenove dias. Relembro você ainda no leito do hospital planejando as comemorações... Que saudades estou sentindo. Ano a ano íamos jantar ou almoçar fora, percorríamos motéis como jovens namorados  nesses anos, pelo menos até uns trinta e três de casados. Depois veio a doença e passamos então a somente sairmos para passear e comermos fora. Os outros tipos de comemoração eram em casa mesmo. No dia sempre teve troca de presentes, agradecimento a DEUS pela união, e família que construímos. Mesmo ausente fisicamente, sinto como se você estivesse presente, porque em minha vida você preenche todos os cantinhos, cada lugarzinho que sempre foi seu, ainda o é. Chorei , é claro que de falta de seu sorriso, beijos e afagos que sempre nesse dia eram redobrados. Espero um dia encontrar-me com você. Nosso casamento foi perfeito, apesar de contratempos que todo casal enfrenta. Superamos com sabedoria todos os obstáculos e divergências de opiniões. Nos últimos sete anos, creio que nos unimos tanto que havia momentos que éramos UM, e não duas pessoas, pois nossos pensamentos e atos voltavam-se de um para o outro numa reciprocidade singular. TE amo e tanto, tanto que nem sei como descrever a intensidade desse sentimento que agora é um misto de ausência e presença dentro da alma.
Sua voz , sinto demais a falta de ouví-lo. Hoje pela manhã antes de levantarmos as trocas de palavras carinhosas , abraços e beijos já teriam ocorrido.
Agradeço a DEUS por ter me presenteado durante tantos anos  VOCÊ, que fez e ainda faz parte de minha vida.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog