Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Sejamos mais simples.



 Sejamos simples no pensar
Corajosos ao agir
Equilibrados ao falar

Caminhemos lentamente
Não  atrapalhemos os planos
Com a pressa do quotidiano

Vejamos o lado simples de tudo
Descompliquemos o que nos parece difícil
Tudo é uma questão de ótica

Que nossa vida seja de poucas ambições
Busquemos o que nos dará alegrias
Amemos e usufruamos cada minuto do nosso dia.

Denise Vieira Doro



terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Um mundo de paz



Desejamos um mundo de paz. Essa paz tão almejada deverá estar antes de tudo dentro de nós. E como é complicado sentirmos tal sentimento... Paz revelada na brandura, nas atitudes, nas palavras, nos pensamentos e nos momentos de recolhimento. Paz propagada no olhar e na forma com que interagimos com nossos semelhantes.
A paz será alcançada em muitas situações dependendo apenas de nós. E como depende!
Indubitavelmente queremos muito ter Paz.
Reflitamos o suficiente para que transformemos algumas práticas do cotidiano em impulsos de Paz. Ao evitarmos discussões já estaremos propagando a Paz e assim por diante. Sempre que percebermos que algo irá mudar nosso estado de tranquilidade , harmonia e sobriedade, tentemos neutralizá-lo. O melhor da vida é que podemos transformá-la a cada minuto em tudo que sonhamos, bastando somente calma, tolerância e persistência.
Denise Vieira Doro





















quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

A vida continua

Como continuar a viver?
Sem sentir a sua falta ?
Sem ter mais os seus carinhos ?
Sem te abraçar um pouquinho ?

Não existe um instante
que estejas bem presente
nos meus atos e pensar
e tenho que aceitar






Nem tudo é como antes
sua presença e sorriso
davam todo o sentido
da vida que eu gostava

Mas , como dizem os sábios
Outro plano, o descanso
Você deve estar passando
E eu aqui te lembrando.

Dedicada ao meu amor que partiu em 29 de novembro de 2011
Denise Vieira Doro

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Quinze anos de minha neta Mariana





Quinze anos de Mariana






Q uero em sua vida


U m rico aprendizado


I mportante e proveitoso


N os caminhos de Jesus


Z elando pela bondade


E agindo com simplicidade






A mar sempre sem receios


N os caminhos escolhidos


O uvindo sempre os conselhos


S emeando o aprendido






D ominando as emoções


E ncantando os corações






M oça bonita e meiga


A mando sua família


R enovando suas ações


I mplantando a harmonia


A tenciosa e verdadeira


N as horas de todo o dia


A querida de sua família






Da avó que muito te ama.


Denise Vieira Doro









terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Viver sensatamente

  



Viver Sensatamente


Temos por educação a ideia de que temos que viver dentro de padrões impostos pela sociedade . Homem casado e mulher casada não podem apreciar outro homem ou mulher, nem elogiar e muito menos olhar... Mulher divorciada tem que manter uma conduta comportamental parecida com uma “freira” . Pouco sair, não dar muita "bandeira" , não sorrir a torto e a direito senão acaba sendo estereotipada de "mulher fácil". Na verdade poucas pessoas dão importância a esses fatos. Todavia a sociedade é cruel, não se manifesta publicamente, mas os comentários surgem por baixo dos panos, como se fala popularmente. Cremos que a conduta pessoal tem muito da personalidade e maturidade da pessoa. Muitas naturalmente são mais discretas, outras, ao contrário são muito espontâneas e dizem tudo que pensam, agem como dá na cabeça e o resto é o resto...
Quando temos um companheiro nossas atitudes são comedidas e em sintonia com o amado , afinal uma relação só pode ser bem construída onde a cumplicidade , o carinho e o respeito são verdadeiramente  a base de uma união duradoura e feliz.
Porém, qual será a fórmula para se curtir nossos momentos de prazer, sem que provoquemos comentários alheios?
Não existe, todavia, se praticarmos a sensatez , obviamente obteremos resultados que nos deixarão satisfeitos e quanto ao que os outros pensam , vamos esquecer e termos a certeza de que estamos agindo corretamente segundo nossos preceitos sem escandalizar a sociedade.

Denise Vieira Doro

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Noites sem fim...



 Noites sem fim

Noites sem fim
Ficando acordada
Pensando , revivendo
Seu corpo em mim

Teve que ser assim
No auge do amor
Senti muita dor
Perdendo-o no fim

Ainda te quero
Desejo seu beijo
Envolta em seus braços
Recebo o calor.

Com todos os sonhos
Encantos e planos
Tudo foi em vão
Só o nosso amor supera a razão

Denise Vieira Doro

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Te amo além de mim...


 Sinto-me assim
Confusa, perdida
Num labirinto infinito
Sua ausência em mim.

E você jamais terei
Não preparou-me  a tempo
Pra viver sem ter você
Pra sorrir e esquecer...

Nunca irei esquecer-te
Ocupas um imenso espaço
Dentro e além de mim
Tinha que ser assim...

Amo e como amo!
Relembrando o seu jeito
Sua fala e seus gestos
Seus carinhos e seus beijos.

Denise Vieira Doro
Para seu eterno amor Paulo Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog