Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

O BEM , a PAZ e o AMOR.










O Bem é tão fácil de se falar, e nos atrevemos a dizer que só fazemos o Bem. Mas evitar o mal já é fazer o Bem. Difundir a Paz, onde a discórdia impera é uma maneira de fazer o Bem. Difícil tarefa, requer muita compreensão, sabedoria e coragem. Existem vários aspectos nessa questão que tornam-se impecilhos para realizarmos. Quando uma pessoa não consegue enxergar nas outras suas boas intenções, se a mesma não está bem com ela mesma. Alimenta um sentimento de desvalia imenso e só interpreta tudo com mágoas, rancores e revolta. PRECISA MUITO DE FÉ. Temos por dever, como filhos de Deus de Amarmos as mesmas, independente do que possam estar fazendo para nos prejudicar, pois na verdade estão se prejudicando e não conseguem ver isso. Aí que entra o Amor, transformado em tolerância, perdão e muita abnegação. Vamos nos energizar de Luz e que essa Luz se irradie a todo SER que dela necessite. Assim o bem, a paz e o amor estarão  transformando corações petrificados e corações regados de emoções e bons sentimentos capazes de superar tais dificuldades.
Denise Vieira Doro

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

SER melhor






Quero SER melhor
Nas atitudes
Na tolerância
No perdão.

Aceitar o desamor
Aceitar as ofensas
Aceitar as decepções
Superar com força e fé.

Ser melhor na simplicidade
Na escolha dos caminhos
Mesmo pisando em espinhos
Das feridas curar-me.

Nunca saciar-me
De tentar mudar-me
De amar sem ser amada
De lutar mesmo que em vão.

Denise Vieira Doro

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A ambição






Desde que o mundo existe a ambição é algo presente nos seres humanos.Uns possuem-na em maior proporção, outros em menor. A ambição desmedida passa por cima de todos os valores morais e sentimentos.Surpreende aos que não a possuem com tanta intensidade. Difícil de aceitar-se quando bem perto de nós e ultrapassando qualquer tipo de respeito. A pessoa ambiciosa nada vê a sua volta, quer tirar vantagem de tudo e de todos. Usa de qualquer artifício para enganar, convencer e afirma que realmente precisa muito daquilo que almeja. No entanto como diz um velho ditado..."caixão não tem gaveta", e nessa necessidade desenfreada de ter coisas materiais e dinheiro vai pisando e ferindo todos que por ela passarem. Algo podemos realmente constatar, poucos conseguem quando atingem o desejado mantê-lo. A maioria das pessoas assim, são consumidores compulsivos, gastam mais do que recebem e em pouco tempo veem-se novamente querendo mais e mais. É na verdade uma doença, e esta requer tratamento ou então a procura de uma religião para compreender que dinheiro não compra felicidade e quando se pisa nas pessoas para tal, termina-se muito mal.
Como trata-se de um distúrbio comportamental, vamos orar por essas pessoas . Um dia vão convencer-se de que estão passando dos limites e procurar ajuda. Conselhos não funcionam muito bem, pois ainda revoltam-se com os que se atrevem a fazê-lo.
Que Deus nos livre desse mal, porque não conhecemos ninguém que tenha terminado seus dias em plena felicidade após ter colocado seus interesses acima dos sentimentos.

Denise Vieira Doro

domingo, 19 de fevereiro de 2012

AMAR É CUIDAR






 

Poucas pessoas se preocupam com uma das formas de AMAR  muito importante e me atrevo a afirmar imprescindível. Amar é cuidar. Cuidar da pessoa que amamos,  se doente com muita dedicação e coragem, se sadio com  sabedoria para evitar ferir com palavras, atos  e demonstrações exageradas de vaidade. A vaidade em algumas ocasiões provoca mal estar em pessoas que são muito sensíveis e mesmo porque tudo em excesso prejudica. O ato de Amar envolve muitos cuidados, tais como evitar deixar a outra pessoa constrangida diante de algumas atitudes que tomamos impensadamente. Aí está, cuidarmos melhor de nós mesmos, do que somos, e do que estamos fazendo para nossos semelhantes no dia a dia. Cuidarmos de nossa aparência, de nossa alimentação, enfim se tudo isso estiver em consonância estaremos amando de forma bem melhor e irradiando esse amor a todos. É mister que se faça sempre que possível meditações, não importa a religião, todavia reservarmos alguns momentos do dia para orarmos, encontrarmos dentro de nós aquela paz que conduzir-nos-á ao equilíbrio tão necessário para viver quanto a forma de respirarmos.
Diante disso tudo temos que Cuidar, pois  cuidando estaremos amando e amando muito melhor!
Denise Vieira Doro

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Aceitando as diferenças







Viemos a este mundo para usufruir de tudo que é bom e também passarmos por experiências não tanto agradáveis, mas que nos deixam incontáveis riquezas. Afinal, de tudo que nos ocorre sempre ficamos com algo surpreendente chamado maturidade. À medida que nos alegramos ficamos muito otimistas diante de tudo que nos envolve, no entanto quando aparecem problemas , nossa tendência é super-valorizarmos e consequentemente sofrermos. Será isso correto?
Deveríamos ter uma fé bem sólida e uma confiança inquestionável no SER Supremo que cremos existir e sendo assim digerirmos as influências maléficas que porventura ameaçam nossa paz de espírito. Nada dura para sempre ( já dizia Chico Xavier ) . Tudo passa e certamente o que é bom vai passar da mesma maneira o que é ruim.
Reflitamos sempre como se o problema não fosse nosso, não estivesse ali nos atormentando. Será que merece ser tão valorizado a ponto de nos deixar tristes, desesperançados e chorosos? Acredito que não. É difícil aceitarmos tudo que nos acontece, algumas vezes , mesmo sem querermos, desencadeamos tais situações. Oremos mais, confiemos mais, sejamos mais sensatos antes de falarmos, agirmos e demonstrarmos o que nos agrada ou desagrada. Não somos iguais, cada um de nós tem seus valores, seus defeitos e seu modo de pensar únicos. Tenhamos mais tranquilidade em cada dia vivido  para que não percamos a noção do que realmente nos ofendeu ( se permitirmos ) ou do que foi dito ou feito por pessoas que não tinham consciência de que estavam prejudicando outrem.

Denise Vieira Doro

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Confissões



 Sou simples, intensa
Sensível, guerreira
Não fujo ao perigo
Mesmo à beira de um abismo.

Falo demais, e de menos
Depende do tempo
Do que me envolve
Do tudo que penso.

Divago por horas
 Perco-me em lembranças
Sou justa e de paz
 A vida me apraz.

Denise Vieira Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog