Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Nada é para sempre...











Nenhuma tristeza ou alegria durará eternamente. A vida é um misto desses sentimentos. Graças a essa mistura podemos apreender o que devemos valorizar ou deixar para trás.
Quando somos dominados por uma imensa alegria, temos a vontade de sair por todos os lugares contando, festejando o que deixou-nos muito felizes. Nesse compartilhamento nem sempre somos bem compreendidos. Algumas pessoas sentem um pouquinho de inveja, e pensam: porque com ele e não comigo ? Isso é perfeitamente normal, nem sempre quem pensa assim é alguém do mau, somos humanos e passíveis de pensamentos e sentimentos nem sempre agradáveis aos olhos de Deus e dos nossos semelhantes.
No entanto, quando invadidos por uma grande tristeza, oriunda de diversos problemas que afligem-nos em épocas diversas, nossa tendência  a princípio é escondermo-nos, e nos fecharmos como um caracol em seu casulo. Às vezes o sentimento dói tanto que tememos encontrar pessoas queridas, amigos e outros nem tanto conhecidos. Já existem pessoas que sentem-se melhores desabafando, realmente contando a todos as razões de suas angústias.
Nesse Planeta estamos aprendendo... Pobre daquele que ainda não entendeu isso! A cada dia vivido temos inimagináveis experiências. De cada experiência ensinamentos que somente com nosso coração repleto de fé e generosidade poderemos assimilar. Que tudo que façamos possa contribuir para enriquecer nosso semelhante, principalmente no aspecto espiritual. Palavras proferidas com sensatez e calma induzem a Paz. Ao evitarmos a exaltação e a ansiedade estaremos permitindo que as Graças Divinas se apropriem de tudo que envolve nossa existência. Saibamos agradecer sempre a Deus e aos nossos semelhantes pois de tudo tiramos algo proveitoso.

Denise Vieira  Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog