Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Tudo tem seu tempo








Tudo que nos acontece tem um tempo certo. Pode não parecer, todavia nada, nada mesmo ocorre sem que façamos algo para merecer ou que pensemos de tal forma que acabamos por atrair. A determinação e a fé  alimentam  nossos sonhos e os faz tornarem-se palpáveis.
Em fases de nossa existência,  enfrentamos situações  de estresse, de tristeza e tendemos a desanimar. Noutras, quando ocorrem manifestações  de alegria e felicidade poucas vezes percebemos o valor que  possuem. Em tudo há algo realmente misterioso... Trata-se de nossos sentimentos e reações diante de cada um quando acontecem. Enfrentamos em algumas horas de maneira muito corajosa e noutras com um certo temor de não conseguirmos superar obstáculos .
Importa somente o grau de maturidade, confiança e perseverança que carregamos. A capacidade de perdoarmos  e amarmos com audácia suficiente para falarmos não ao que está incomodando-nos e abrirmos nossos corações ao que é saudável sem nenhum temor.
Manter a serenidade e  a confiança na premissa de que tudo que nos envolve é aprendizado se faz mister. E assim vamos vivendo, colhendo , regando e semeando aquilo que um dia nos fará mais conscientes de que nessa orbe não estamos à passeio nem por acaso.

Denise Vieira Doro



sábado, 17 de agosto de 2013

O cardápio da vida





Nossa vivência é como uma refeição... Necessitamos de elementos para o alimento da alma e esse por si só nos beneficia com uma saúde estável. Ninguém suporta ficar sem amor, sem atenção, sem gestos de carinho ou gentilezas. Da mesma forma que a carência de alimento atraí fraqueza, fome demasiada e mal estar.
A fragilidade das criaturas acentua-se quando a carência afetiva se instala.
A responsabilidade que possuímos e na maioria das vezes não percebemos, é algo tão simples e ao mesmo tempo de suma importância... Amar, demonstrar através de palavras e gestos que estamos em paz conosco e sintonizar-nos com o próximo (seja parente ou não),  através de uma interação que satisfaça a ambos. E esses sentimentos e ações,  são parte integrante do que chamamos de Cardápio da Alma. O alimento que fará com que transformemos o que aparentemente está mal digerido ( provocando desconforto) transformar-se-á em algo agradável, saboroso,  e gerador de imensa satisfação com o que possuímos , quer seja no âmbito material ou espiritual. Sendo assim teremos o brilho  necessário para compartilhar o bem, a tranquilidade e o equilíbrio aos nossos semelhantes onde quer que estejamos.

Denise Vieira Doro

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Um beijo





 
Um beijo acelera
As batidas da vida
E o corpo reata
O anseio sentido

Um beijo transmite
Sintonia e vontades
Alimenta os sonhos
Tornando-os realidade

E quando se entrega
O corpo e a alma
O que estava encoberto
Se desnuda e acalma

E corpos se unem
Prazeres se trocam
Perde-se a razão 
Vive-se a sensação.

Denise Vieira Doro

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A terceira idade

A  maior dificuldade para as pessoas após os sessenta anos, da melhor idade, ou terceira idade, é  aceitar o que se passa em suas vidas. A sociedade ainda não está preparada para olhar o idoso como gente...Gente que ama, sente, sonha, realiza, trabalha, pratica atividade física, dança, gosta de passear e sorrir muito. Rotulam-nas como inaptas para tudo isso. No entanto, por outro lado os idosos permitem em certas ocasiões pensamentos funestos, desvalia ou baixa auto estima. Cabe a nós idosos, lutarmos contra esse mal. O que os outros pensam  ou dizem  a nosso respeito só deve nos atingir se for algo bom, construtivo e motivador... É isso MOTIVAÇÃO é tudo que necessitamos e quando nossa tendência é o contrário temos que ter FÉ, acreditarmos na humanidade e nos amarmos mais. De nada adianta tentarmos fugir, pois levaremos conosco tudo que permitimos que nos atormente. Nada é insolúvel. Somos úteis e sempre alguém mais novo vai precisar de nós. E que peça nossa ajuda, estaremos aí para mostrarmos que vivemos de bem com a vida e com nosso próximo.
Denise Vieira Doro

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Pai, um presente de DEUS



 
Quem tem pai certamente é consciente do quanto é importante. Um pai é um porto seguro, um apoio em todos os momentos e quem nos passa a sensação de proteção. O pai cumpre uma missão de suma importância: dar atenção, amor  e sustento aos filhos. Nas horas difíceis sempre recorremos ao pai e a mãe. Um pai sempre pensa no bem estar dos filhos e quando responsável faz de tudo para lhes proporcionar o melhor. O pai de verdade não bate, não grita, dá exemplo de dignidade, compreensão e se orgulha dos filhos que possuí. Homenagear o pai no segundo domingo de agosto, é de certa maneira uma data comercial, todavia deveríamos demonstrar nosso amor, carinho por ELE todos os dias. Os que possuem seu pai morando longe, devem ao menos sempre que possível visitá-lo, e quando com ele estiverem expressar todo respeito e amor por ELE. Nunca julguem mal seu pai ou mãe, ambos desejam o melhor para sua prole. Aos que já perderam seu pai, será difícil comemorar o dia, porém façam preces pela pessoa  que em vida os amou muito e agradeça a Deus pela oportunidade que teve de viver com ele.

Denise Vieira Doro

sábado, 3 de agosto de 2013

Amar é viver




 
Quem não ama , não vive...O egoísmo é a doença do amor.
Quando pensamos somente em nós, esquecemos de demonstrar nossos sentimentos, passamos a exigir do outro demasiadamente, a cobrar  coisas desnecessárias. Encontramos paz e equilíbrio quando estamos voltados para o amor. O amor ao próximo, o amor em todas as suas nuances.Sem amor nada somos e nada conseguimos conquistar. Existem criaturas que se acham tão absolutas e perfeitas que pensam estar amando  e não estão. Julgam que tratar bem é sinônimo de AMOR. O amor vai mais além... São gestos, palavras, sintonia, cumplicidade  e etc... O AMOR verdadeiro não espera a perfeição , não impõe ideias. É pacífico, tenta sempre o diálogo franco e jamais engana. A mentira é inimiga do amor verdadeiro.
Que a humanidade possa voltar-se para o  amor, aquele que tudo supera, não se contenta com pouco e sim com a felicidade do outro.

Denise Vieira Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog