Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Às vésperas de um Novo Ano


 Estamos perto de 2012 e ainda assim sentimos uma certa insegurança em relação ao que nos espera... Novas oportunidades de emprego, novas amizades, nova chance de renovarmos em nós mesmos tantos planos idealizados para 2011, mas que se perderam ao longo do ano. A PAZ tão sonhada, em família e fora dela. As nações em clima de ajuda mútua, onde as mais prósperas auxiliem as mais pobres. Enfim, expectativas de um mundo melhor, de cura para doenças graves como o Câncer, A Aids, o Diabetes Melitus entre outras. Vivemos de fé e esperança! Aí de nós se não tivéssemos tais sentimentos... Tudo seria muito trágico e fatalmente perderíamos a vontade de lutar, vencer, ao cairmos levantarmos e seguirmos adiante. Aos que perderam algo precioso neste ano, como entes queridos, fica somente uma certeza, apesar dos pesares a vida continua, triste até a saudade ser substituída pelas lembranças dos momentos marcantes de alegria e felicidade. E, aos que perderam algo material, fica a sensação de que mesmo assim estamos vivos e com saúde vamos reconquistar o que foi ou é importante para cada um de nós. Que nas famílias encontremos fraternidade, generosidade e amizade. O mesmo aconteça em relação aos amigos de perto ou distantes. Que em 2012 sejamos LUZ, possamos iluminar nossos caminhos e os de nossos semelhantes com atitudes de AMOR, PAZ e UNIÃO.

Denise Vieira Doro
Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog