Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Meu Pedacinho de Chão.






Novela que vai deixar saudades... Uma historinha leve  e ao mesmo tempo muito séria quanto ao assunto amor. Reviveu em cada telespectador sua infância com as peraltices do moleque Serelepe, acrescentou em nossos corações aquela pitada de ternura, a vontade de ajudar ao próximo como Dona Catarina com a Pituquinha tanto desejarem ajudar ao menino Serelepe. Mostrou-nos, que o amor não tem barreiras, atravessa tudo até a condição social e cultural quando forte e verdadeiro com o Zelão e a Professorinha Juliana. Deitou abaixo preconceitos  com as aparências, tornando a menina que se vestia e trabalhava na fazenda do pai como se fosse um rapaz, desabrochando para o amor e tornando-se  feminina e delicada.
Deu-nos exemplos de que só a afabilidade e o Amor podem desarmar qualquer guerra e coração petrificado. Alertou-nos sobre a política e suas nuances de manipulação com o povo. Valorizou a fé, nas pessoas do Padre e da Dona Benzedeira que o povo confiava. Exemplificou de forma muito sutil os verdadeiros valores da família. O valor das palavras do bem, dos abraços, da educação, do auxílio e encantou-nos com a beleza de seus cenários tão coloridos assemelhando-se aos desenhos animados. Muitos benefícios essa novela sem grandes pretensões trouxe-nos e certamente eu teria muito mais à escrever. Algo no entanto é certo arrancou lágrimas dos olhos mais secos , abalou corações e vai deixar muitas saudades!!!!

Denise Vieira Doro

Um comentário:

Marta Bernardes disse...

Esse novela nos trouxe momentos de reflexão, como todos os citados por vc.
A diferença cultural foi a mais marcante.
As falas sobre a política, num ano que vamos as urnas,mexeram com a gente. Quem entendeu os recados, com certeza, ficou diferente.
Que saudades já sinto de todos!

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog