Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Sou escritora desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante através de meus textos palavras edificantes e que causem impacto é uma fé imensa na vida e na humanidade. Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer. Faço parte da Leia/JF, Liga de escritores, autores e ilustradores de Juiz de Fora. Sou da Academia de Letras Joaquim Osório Duque Estrada no município de Paty do Alferes onde residi por trinta e cinco anos. A vida é um belo presente.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Proximidade do Natal.

Mais um ano se passou! Foi tão rápido que nem percebemos... E estamos novamente preocupados com as festas: Natal e depois a passagem do Ano. Tudo é muito empolgante. Mas , sempre é bom avaliarmos como se passou este ano. Quais os progressos ? E as derrotas?

Será que o balanço foi positivo?

Sempre será positivo quando temos saúde e uma vontade imensa de viver, lutar, conquistar, amar e PERDOAR. Que palavra mais difícil e que atitude tão complicada! O perdão é uma virtude que só nos acrescenta paz e felicidade. Quando nos perdoamos, temos condições de perdoar os erros de nossos semelhantes. Aí seremos mais tolerantes, mais compreensivos e olharemos as pessoas de forma diferente.

Quando eu disse perdoar-nos , quis dizer que na maioria das vezes em que agimos com rispidez, impaciência e vendo no outro mais defeitos que qualidades, é porque nos culpamos de algo. Nem sempre temos essa consciência. Infelizmente é um exercício difícil de se realizar , mas não impossível.

O Amor não é somente dar presentes, é muito mais . O verdadeiro Amor é fazer a felicidade do outro. Nesse momento estaremos em estado de graça! Seremos repletos de alegria e paz. No final de cada ano , temos a oportunidade de renovarmos as metas, as esperanças e que estas não sejam somente no âmbito material e sim com mais amplitude. Temos o dever de cultivarmos o Bem, derrotarmos os pensamentos de vingança, superarmos a vaidade e mergulharmos de cabeça na simplicidade. A palavra amiga , a presença que deixa saudade se ausente, a promoção da união e cultivarmos os laços de amizade. Neste fim de ano que aproxima-se vamos tentar SER alguém que possa dar amor em todas as formas de manifestação. Abraçar, tocar, falar e agir com AMOR.

Pensemos nisso com mais carinho.

Denise Vieira

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog