Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Até quando ficaremos passivos?


Até quando ficaremos passivos diante da insensibilidade dos homens? As consequências do desrespeito ao Planeta estão aí, a cada dia um novo grito. Não está sendo ouvido, não estão enxergando!
Desmatamento , caça aos animais (alguns já em fase de extinção), lixo jogado nas ruas, nos rios e mares, lavam-se carros e calçadas com borrachas consumindo água desnecessariamente , visto que existem meios de lavar sem tanto consumo e etc... Ontem no programa de televisão da Globo  vimos que seringas e materiais coletados em cirurgia são jogados ao ar livre e contaminando o meio ambiente  colocando em risco a saúde da população . Isso é revoltante! Daí enchentes, desabamentos, calor excessivo , frio exagerado , furacões, terremotos, tsunamis e  etc... Mesmo vendo o sofrimento, nada  é feito  ou muito pouco é realizado. Na maioria das vezes o dinheiro fala mais alto porque os poluentes continuam sendo jogados na atmosfera. Será que estamos esperando o fim passivamente ? Somos todos responsáveis pelo Planeta e sendo assim a consciência ecológica deveria ser parte de nossas práticas. Vamos abolir os sacos plásticos e outros materiais que ficam séculos para serem deteriorados. Vamos pressionar os governos a olharem mais pela saúde como um todo. Do planeta e de todos os seres humanos.
Tenham um belo dia!

2 comentários:

Marly Bastos disse...

É amiga,
Notamos que a natureza tem reclamado de forma violenta todos esses desaforos que o homem faz a ela. E nós é quem sofremos com isso! Porque a lei da "semeadura" é realmente uma realidade. O que plantamos, ceifaremos!
Um beijo grande e vamos continuar a fazer nossa parte né?

stylos13 disse...

Denise obrigada pela visita e pelas palavras de carinho. Ontem quando assistia esta reportagem no fantástico, fiz esta mesma pergunta a minha irmã... Até quando assistiremos à todas estas barbaridades em nosso país e ficaremos passivos? Não é somente assistir, precisamos nos posicionar e como você bem disse cobrar dos governos uma gestão mãos limpas, que eles não usufruam do dinheiro enviado para beneficios do povo e do município, em prol do seu próprio bem estar. Precisamos dizer não ao "paternalismo" ao "coronealismo". Os povos não vão às ruas dizer não aos ditadores? Precisamos ir às ruas cobrar uma gestão que olhe para a educação, para a saúde, para o saneamento básico, para uma mão-de-obra com salários dignos. O povo precisa se conscientizar que não precisamos de esmolas, precisamos de atitudes firmes e definitivas, nada de paliativos...
Temos um país maravilhosos, repleto de reservas naturais, um povo inteligente e trabalhador... porque nos contentarmos com migalhas?
Denise, acho que quando estes Prefeitos de fachada começarem a apanhar na cara em praça pública, quando o povo começar a invadir Prefeituras, não para destruir, mais para cobrar melhorias e prestação de contas, as coisas começarão a mudar.
E como você bem lembrou, vamos fazer a nossa parte, separar o lixo, quando formos ao mercado levar nossas bolsas de panos(já faço isto). Se eu fizer e meu vizinho me acompanhar em breve toda a rua estará colaborando e é assim que começamos uma revolução em prol de todas as melhorias que merecemos.
Gostei muito do seu Blog, continue nesta linha, estarei sempre aqui te apoiando.
Também tenho descendência portuguesa, meu avó paterno era portugues e minha família por parte de pai é de Machado/Minas. E vc prestou atenção no nosso sobrenome "VIEIRA" rsrsrs
Bom já falei demais!!!
Desejo-te uma ótima noite e uma linda semana!
Beijos

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog