Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Uma abordagem sobre o preconceito.

Infelizmente, em pleno século XXI ainda deparamos com atitudes preconceituosas.Refiro-me ao preconceito em sentido bem amplo.Vemos pessoas discriminando outras pela cor da pele, pela religião, pelo apoio a este ou aquele partido político, pela profissão, pela aparência ( gordo ou magro, bonito ou feio etc...), pela condição financeira e isso é vergonhoso para a humanidade. Observemos atentamente que indivíduos que frequentam Igrejas ( católica, evangélica, sinagoga, etc...) e mesmo até doutrinas como o Espiritismo estão sujeitas a essa conduta vergonhosa.Qualquer tipo de preconceito é  inaceitável. Reparem que nem a religião impede que tal fato ocorra.
E o que ganham com isso?
_ Nada, absolutamente nada. Em alguns momentos a antipatia de alguns e  em outros a simpatia, pois pensam exatamente da mesma maneira. Somos filhos de Deus e sábiamente ele nos deu dez dedos  (cinco em cada mão) porém nenhum semelhante ao outro. No entanto todos tem valor e utilidade e quando usados juntos muito auxiliam-nos e nos fazem felizes. O pianista, os violoncelista, enfim todos os músicos, trabalhadores e toda e qualquer criatura nada pode fazer sem usar as mãos e o dedos. E temos dedos curtos, longos  e de tamanhos diferentes. Ficamos chocados ao ver nos noticiários que determinadas ciraturas são humilhadas por serem de pele negra e assim sendo, julgadas como ladras, sujas ou ignorantes. Graças a Deus grandes personalidades do mundo moderno puderam mostrar sua capacidade intelectual  e se destacaram em diversas profissões independente da cor, raça ou religião. E esse asunto daria páginas e páginas... Algo devemos ter em mente: não é cristão termos esse tipo de comportamento e não é HUMANO. Até os animais, dito irracionais a cada dia nos mostram que conviver com as outras espécies é algo possível.
Vamos orientar nossos filhos, parentes e amigos para que não caiam no erro do PRE-CONCEITO. Não podemos julgar ninguém, somos passíveis de falhas e não gostaríamos de sofrer nenhum tipo de tratamento diferenciado. Estamos no Planeta para uma grande aula, prestemos muita atenção para no fim obtermos um resultado satisfatório.
Bom Carnaval amigos!

Denise Vieira Doro


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog