Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

O poder de Deus






O Poder de Deus é muitas vezes questionado por nós. E a decepção toma conta , a desilusão idem. O que passamos é algo que não deve ser questionado e sim compreendido e aceitado. Aceitado sim, mesmo que seja uma dor terrível, uma enfermidade grave, uma discórdia, uma decepção, um problema financeiro e etc... Tudo é passageiro! Nada vai durar eternamente. No entanto o Amor de Deus é infinito e podemos colocar qualquer obstáculo enfrentado em suas mãos , com fé e resignação alcançaremos a vitória. Não estamos aqui para alegrias diárias. Os problemas servem-nos de base e experiência para amadurecimento e evolução espiritual. O que aprendemos depois que passa a tempestade, é algo incalculável. Passamos a ter mais compreensão e tolerância diante de pequenas coisas que antes nos deixariam irritadíssimos. Somos dotados de sabedoria suficiente, para concluirmos que só através da calma , do amor e da paciência conseguiremos atingir nossos objetivos. A irritabilidade gera  mais irritabilidade e nosso organismo reage de forma negativa impedindo-nos de encontrar  a solução e de vermos como são exatamente as situações que merecem relevância. Reflitamos todos os dias sobre a forma com que estamos recebendo os ensinamentos de Deus , pois as aulas estão aí, cabe-nos tirar o proveito necessário para nosso próprio benefício e depois partilharmos com nossos semelhantes.

Denise Vieira Doro

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog