Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Porque tem que ser assim?






Eu vivo pensando em você e você pensando em mim...
Porque sinto um grande vazio,  a falta da sua voz, dos seus abraços , dos seus beijos e afagos.

E sou forte ou aparento porque permito em muitos momentos que você invada minha vida, tome conta de meus atos e derrame minhas lágrimas. Não era pra ser assim. Eu jogo a culpa em você e você joga em mim.

Você parece adolescente e pior que eu também, estamos com birras insensatas evitando a todo custo nos olharmos novamente. Por que? Não entendo esse medo ou aversão. Será ódio ou paixão ou será tudo em vão, somente uma brincadeira inconsequente.

Mas desejo pra ti o melhor. E quero... como quero esquecer , esquecer tudo que aconteceu .

Prometo todos os dias a Deus que já te esqueci e ele me fará ficar tão feliz que nada vai fazer-me lembrar-me de ti.

Que possamos um dia libertarmo-nos de tudo e sem nenhum temor nos encontrarmos e sentirmos apenas ternura e respeito. Fomos felizes em tantos momentos que cheguei a pensar que jamais terminaria. Um simples desprezo de um dia impulsionou-me a sair de sua vida. Senti naquele dia que nada representava e falta não te faria.Tive fortes razões para acreditar nisso.

 Um beijo terno e meu agradecimento pelos momentos que não sei se foram verdadeiros , porém marcaram minha história de forma muito linda. Eu entreguei-me por inteira e fui o tempo todo fiel ao que demonstrei.

Até qualquer dia ou hora seja lá como for. Deus nos ajude!


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog