Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Sou escritora desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante através de meus textos palavras edificantes e que causem impacto é uma fé imensa na vida e na humanidade. Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer. Faço parte da Leia/JF, Liga de escritores, autores e ilustradores de Juiz de Fora. Sou da Academia de Letras Joaquim Osório Duque Estrada no município de Paty do Alferes onde residi por trinta e cinco anos. A vida é um belo presente.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Amizade eterna...


Para uma amizade se eternizar faz-se necessário um número de ações importantíssimas. Devemos sempre respeitar o espaço do amigo, jamais discutir sobre política, religião ou outros assuntos que possam causar conflitos. Um amigo verdadeiro quando nos vê em situação de perigo, chama-nos e conversa educadamente mostrando o porquê do que ocorre e nos orientando de maneira que saibamos escolher o que for melhor.
Uma amizade verdadeira nunca permite que alguém fale da gente, criticando ou caluniando. Se afasta da pessoa e nos alerta para tal fato. Quando se é amigo de alguém sorrimos juntos, choramos juntos e vibramos pela sua felicidade.Se estamos longe, não perdemos o contacto , a cada oportunidade telefonamos, enviamos um e-mail, enfim nos fazemos presentes. Para que a amizade se eternize as demonstrações de carinho e atenção devem ser uma prática diária ou caso não possa, nunca desprezada. Um elogio, um incentivo, a disposição de ouvir o amigo, de ficar em silêncio quando necessário são muito valiosos para ambos. Temos que pensar sempre no " nós". Na verdadeira amizade não existe espaço para egocêntrismo,  exibicionismo ou inveja. Luta-se para que não termine e dessa maneira existem amizades que duram  quarenta anos e mais ainda... Tolerância para quando o amigo está com algum problema que o leva a tristeza e mau humor. É como tudo na vida uma renovação constante, uma troca de amor desinteressada e aí  vai se eternizando.
DVD

Nenhum comentário:

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog