Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Sou escritora desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante através de meus textos palavras edificantes e que causem impacto é uma fé imensa na vida e na humanidade. Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer. Faço parte da Leia/JF, Liga de escritores, autores e ilustradores de Juiz de Fora. Sou da Academia de Letras Joaquim Osório Duque Estrada no município de Paty do Alferes onde residi por trinta e cinco anos. A vida é um belo presente.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Amar sem receios







Amar sem receios, é amar  toda e qualquer criatura existente. Essa filosofia de vida não se resume ao papel ou somente a Net, mas deverá ser praticada como algo importantíssimo. Quando temos o desprendimento necessário para tal, descobrimos uma sensação de plenitude e inigualável. O amor é o sentimento que quanto mais dividimos mais se multiplica. Toda ação tem uma reação. É óbvio que quem dá amor recebe amor. Existem ambientes onde a hostilidade é disfarçada e só com muita percepção vemos que ali está instalada. Por trás de palavras ou atos vemos que existem animosidades gratuitas. Sempre que isso estiver ocorrendo  devemos Amar. Demonstrar carinho, amizade através de pequenas atenções e até de tolerância ( que é uma forma de amor ) difícil , porém não impossível. Trata-se de um exercício diário e com certeza trará muita satisfação. Desenvolvendo a generosidade e insistindo em agir justamente nos lugares onde há necessidade, estaremos amando sem receios a toda e qualquer criatura que conviva conosco e isso vai abrangendo outras pessoas como uma corrente do bem. Uma palavra de apoio, encorajadora para alguém que esteja momentaneamente passando por dificuldades, quer sejam financeiras ou não, é amar . O amor é o sentimento demonstrado de tantas maneiras e o único capaz de salvar a humanidade. Não importa a religião da pessoa. O amor é Universal e em qualquer canto do mundo é transformador.Que nossos dias sejam de luta pela propagação do amor sem receios!

Denise Vieira Doro

Nenhum comentário:

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog