Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Ontem



Ontem fiz tantas coisas impensadas...

Mais tarde vi o quanto isso me prejudicou

Ontem fui arrogante, vaidosa e sem modéstia

E que algumas atitudes auxiliaram-me em nada.



Ontem sonhei muito além do necessário

Transformei minha vida num emaranhado

Em cujas teias fiquei aprisionada

Arrependida e sentido-me perdida



Mas o hoje veio para que eu refletisse

No ontem repleto de tolices

Provavelmente sem validade para o hoje

Todavia, vi a importância do que disse.



Denise Vieira Doro

Um comentário:

Marly Bastos in Palavreados ao vento disse...

As benditas bobagens da juventude, ou mesmo o minuto de bobeira que todos temos. Sabe, as vezes me lembro desses momentos se me recrimino. Mas, o correto é nos perdoarmos e tiramos mesmo uma lição de tudo
Beijos querida Denise, parabéns pela poesia.

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog