Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Sou escritora desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante através de meus textos palavras edificantes e que causem impacto é uma fé imensa na vida e na humanidade. Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer. Faço parte da Leia/JF, Liga de escritores, autores e ilustradores de Juiz de Fora. Sou da Academia de Letras Joaquim Osório Duque Estrada no município de Paty do Alferes onde residi por trinta e cinco anos. A vida é um belo presente.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Homenagem póstuma a Paulo Doro






 HOMENAGEM A PAULO DORO

Você viveu intensamente
Na infância brincou, ajudou seu pai
Alegrou seus amigos
Foi companheiro e trabalhador durante toda a sua vida.
Homem digno e respeitado
Marcou sua existência com boas ações
Sempre se preocupou em auxiliar o próximo
Bom pai, filho exemplar, excelente marido, amigo, companheiro e avô.
Estará sempre em nossas lembranças e em nosso coração.
Temos de ti os melhores momentos.
Somos testemunhas de seus sofrimentos e perdas.
Também de sua fé inabalável e esta o fez superar todas as tristezas.
Falar muito mais de alguém tão especial seria redundante.
A Igreja católica da cidade de Paty do Alferes possui seu nome no livro de seus benfeitores, mas nada disso o envaidecia. Seu prazer era servir sempre.
A Maçonaria o considera um querido irmão. Atuante e sempre defendendo os bons costumes e a ordem.
Sua família sente sua ausência física tal como todos que o conheciam. Todavia algo nos dá conforto. Sabemos que você está bem e algum dia iremos nos encontrar. Nos braços da Virgem Maria você foi conduzido aos caminhos que levam a DEUS. Exatamente às dezoito horas você partiu e doou suas córneas para pessoas que necessitavam. Até na hora de partir você fez o bem, ajudou alguém, nesse caso duas pessoas. Queremos que fique bem esclarecido que jamais você será esquecido. Aceite nossos agradecimentos por teres feito parte de nossas vidas. Deus nos contemplou permitindo que você em algum momento de nossa caminhada nesta vida fizesse parte dela e sua participação foi brilhante.
Siga em Paz seu caminho e a nova vida junto ao DIVINO MESTRE .
Até um dia onde poderemos reencontrar-nos.


Juiz de Fora, 06 de dezembro de 2011.

Missa de Sétimo dia do falecimento de Paulo Roberto de Queiroz Doro.
Mensagem escrita por Denise Vieira Doro, sua mulher.

Um comentário:

IVANCEZAR disse...

O trabalho e a obra do bem continua no Oriente Eterno onde ele se reencontrou com seus outros irmãos de Ordem . Assino a homenagem, minha querida cunhada !

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog