Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

domingo, 13 de setembro de 2009

Navegando...

Navegando...

Navegando em mares calmos podemos observar melhor tudo que se encontra a nossa volta. Essa premissa ocorreu-me, pensando no mar e comparando a frase a nossa vida.
Certamente mantermos a serenidade diante de qualquer situação, teremos a possibilidade de ver tudo de maneira clara.
Existem momentos tão difíceis e nesses a calma, o equilíbrio, serão a saída para um final feliz. Nada dura eternamente, nem as situações ruins, nem as boas. E como isso é maravilhoso! Depois de cada estratégia usada, poderemos avaliar o que realmente foi mais eficaz. Um vida, contém experiências de aprendizado e de ensinar. Compete-nos passar adiante o que dará um resultado benéfico, pois já vivenciamos experiências que a tática usada deu uma excelente solução. Em tudo, por tudo, não vale se desesperar. Da mesma forma não vale sair apregoando que somos os donos da Verdade. Uma coisa é certa: paciência, paciência e espera nos trarão um retorno muito satisfatório.
Que tenhamos sempre em mente uma certeza: _ somos responsáveis pela nossa alegria ou tristeza, vitória ou fracasso...

Denise Vieira  Doro

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog