Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Poesia, sempre será Poesia

Poesia, sempre será poesia

Afirmo que poesia sempre terá seu valor.
Algumas pessoas consideram poesia algo não muito importante em meio a gêneros literários. Temos poetas famosos: Olavo Bilac, Drummond de Andrade, Castro Alves e etc...
Poetas modernistas que brincam com as palavras sem preocupar-se com rimas . O importante é realmente escrever os sentimentos que fluem, que demonstram, que alertam, que incitam, que seduzem , que deixam uma diversidade de leitores em estado de êxtase, inebriados.
Poesia sempre terá seu lugar, seu valor e sempre será apreciada. Os românticos dela não abrem mão. E os não muito românticos as usam para conquistarem seus amores.
Sou amante da poesia. E creio que enquanto existir sentimentos ligados ao AMOR haverá espaço para os poetas no universo literário.
Hoje comemoramos O DIA DA POESIA, criado em homenagem ao ilustre
poeta e escritor baiano Castro Alves.
O poeta dos escravos, que de forma poética descrevia a vida de nossos irmãos nas senzalas.

Denise Vieira

Um comentário:

Marly Bastos disse...

Sem poesia não podemos falar da beleza das flores, ou do sorriso amado... Poesia vai além dos versos, das rimas. Poesia é ver a vida da forma mais bela e pura que há.
Beijos querida amiga.

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog