Quem sou eu

Minha foto
Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil
Uma mulher guerreira, romântica, amante de música e tudo que envolve cultura e artes. Pedagoga, poetisa, escritora de fatos da vida e de sentimentos envolventes na vida de todos nós. Amo crianças, respeito e venero as pessoas idosas, luto pelo fim de todo e qualquer preconceito.Oro pela cura de doenças como o câncer, a Aids entre outras...Sou viúva de um homem maravilhoso,me fez feliz por quase quarenta anos, mãe de três filhos e possuo seis lindos netos. Tenho amigos valiosos e acredito que a Educação é a arma para Transformar nosso Planeta num lugar onde o Respeito e o Amor sejam constantes.Escrevo desde os onze anos de idade.Meu primeiro livro publicado é "Soltando as Amarras", poesias num misto de romance, auto ajuda, homenagens e quebra de paradigmas.Escrevo vários gêneros literários. Tenho outros livros prontos para publicação, inclusive infantis. Creio que tenho por missão transmitir ao meu semelhante algo que possa beneficiá-lo . Fazer feliz as pessoas é meu maior prazer.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

A indiferença

Será que temos equilíbrio suficiente para enfrentarmos a Indiferença ? Faz-se necessário uma grande dose de compreensão. Geralmente recebemos indiferença das pessoas mais próximas e é justamente nessas horas em que nossa tendência é jogar a toalha... No entanto de nada resolveria afastar-se das criaturas ( que por falta de luz e sabedoria) ou até por descaso, fazem dessa atitude uma arma de protesto.
Mostrar que algo não nos agrada é mais fácil através do diálogo. A indiferença se não bem administrada por quem a recebe , pode causar sérios danos em relacionamentos. As pessoas que usam desse artifício pensando que estão atingindo seus objetivos, são dignas de pena. Correm sério risco de mais tarde terem que passar por isso e aí, sentirão na própria vida o peso dessa ação maléfica.
Que pensemos sériamente sobre esse ato tão mesquinho.

Denise Vieira Doro

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Meus netos

Meus netos
Dia 18 de junho de 2010

Arquivo do blog